Conselho Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência

Direitos da Pessoa com Deficiência

13/12/2018

Educação entrega quatro novos centros para pessoas surdas

As cidades de Francisco Beltrão, Cascavel, Umuarama e Apucarana acabam de receber quatro novos Centros de Apoio ao Surdo e aos Profissionais da Educação de Surdos (CAS). Juntas, as unidades atenderão cerca de 14 mil pessoas e ampliam o atendimento a este público, que antes era feito apenas nos CAS de Curitiba e Guarapuava.

A secretária estadual da Educação, Lucia Cortez, inaugurou na tarde desta quarta-feira (12) o Centro de Francisco Beltrão, que vai funcionar no Colégio Estadual Dr. Eduardo Virmond Suplicy. No local serão atendidos os Núcleos Regionais de Educação de Dois Vizinhos, Francisco Beltrão, Laranjeiras do Sul e Pato Branco, com uma população de 4.534 pessoas surdas.

“O legado que estamos deixando no que se refere à educação de surdos no Paraná é ímpar na história do Estado. Em 2010 havia apenas um centro, em Curitiba, para atender o Paraná inteiro. Em março desde ano o município de Guarapuava ganhou um CAS e agora inauguramos mais quatro centros. Isso demonstra o respeito do Governo do Estado com este público”, afirmou a secretária.

Na manha desta quinta-feira (13), foi inaugurado o CAS de Cascavel, que funcionará no Colégio Estadual Itagiba Fortunato, abrangendo os Núcleos Regionais de Educação (NRES) de Assis Chateaubriand, Cascavel, Foz do Iguaçu e Toledo, com uma população de 2.731 pessoas surdas.

Na sequência, serão inaugurados os CAS de Umuarama e Apucarana. Em Umuarama, O CAS ficará situado no Colégio Estadual Prof. Paulo A. Tomazinho, responsável pelo atendimento dos NREs de Campo Mourão, Cianorte, Goioerê, Loanda, Paranavaí e Umuarama, com uma população de 2.244 pessoas surdas.

Em Apucarana, o CAS atenderá os Núcleos Regionais de Educação de Apucarana, Cornélio Procópio, Ibaiti, Jacarezinho, Londrina, Maringá, Telêmaco Borba, e Wenceslau Braz, com uma população de 5.259 pessoas surdas.

CENTROS - Os centros são espaços dedicados à capacitação de profissionais da área, como tradutores e intérpretes de Língua Brasileira de Sinais (Libras) e professores bilíngues surdos e ouvintes.

Os cursos são ofertados preferencialmente a profissionais da rede estadual, mas também estão disponíveis para professores de outras redes e comunidade escolar.

A equipe de cada CAS é composta por profissionais surdos e ouvintes da Secretaria da Educação, incluindo pedagogos, professores e tradutores e intérpretes de Libras.

Os Centros de Apoio ao Surdo e aos Profissionais da Educação de Surdos organizam suas atividades em cinco núcleos de atuação: Núcleo de Capacitação de Profissionais da Educação de Surdos; Núcleo de Atendimento Educacional Especializado; Núcleo de Apoio Didático-Pedagógico e Tecnológico; Núcleo de Pesquisa; Núcleo de Convivência.

ATENDIMENTO – Com a inauguração dos novos centros, a partir de janeiro o CAS de Curitiba ficará responsável pelos NREs da Área Metropolitana Norte, Área Metropolitana Sul, Curitiba, Paranaguá e Ponta Grossa, com uma população de 7.701 pessoas surdas, enquanto o CAS de Guarapuava atenderá 1.393 pessoas surdas dos núcleos de Guarapuava, Irati, Ivaiporã, Pitanga e União da Vitória.

“Com os novos Centros, além de ampliarmos o atendimento no Estado, conseguimos descentralizar a capacitação de profissionais surdos e ouvintes, democratizando o acesso deste público aos programas que ofertamos”, explica Siana do Carmo de Oliveira Franco Bueno, chefe do Departamento de Educação Especial da Secretaria.

PARCERIA – Os centros são um programa do Ministério da Educação em parceria com secretarias estaduais de Educação. No Paraná são vinculados à Secretaria da Educação por meio do Departamento de Educação Especial da Superintendência da Educação e pelos Núcleos Regionais de Educação que sediam os Centros de Apoio ao Surdo e aos Profissionais da Educação de Surdos.

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.